Cidades Inteligentes: Tecnologia, Transformação Digital e Inovação Urbana

Venha conhecer como as tecnologias, pessoas e processos estão moldando o cenário urbano e impulsionando a inovação para criar cidades mais eficientes, conectadas, seguras, inclusivas e sustentáveis

Capa - Cidades Inteligentes - Tecnologia, Transformação Digital e Inovação Urbana
Course Format Icon

Modalidade Presencial

Course Format Icon

Presencial

Icone Relógio Carga horária: 24 horas
Icone fogete Início das aulas: 25/04/2024
Relogio Icon Fim das aulas: 27/04/2024
Relogio Icon Matrículas até: 25/04/2024

*Sujeito a alteração sem prévio aviso, em função do número de vagas. Vagas limitadas.

O crescente papel das novas tecnologias no cotidiano de bilhões de pessoas é um dos marcos da vida contemporânea. Com mais da metade da população do planeta morando em cidades, é natural que as atenções se voltem para elas nesta chamada “Era Digital”. Assim, a adoção de soluções baseadas em tecnologia e dados vem mudando a forma como enfrentamos os desafios urbanos – da gestão de recursos naturais à oferta de serviços básicos, transportes, segurança e habitação.

A perspectiva da implementação de cidades inteligentes surgiu como uma promessa poucas décadas atrás e, ao longo dos anos, de fato, se tornou uma possibilidade concreta para se ir além das abordagens tradicionais de planejamento urbano e gestão de municípios. No entanto, a jornada rumo às “soluções inteligentes” carrega obstáculos que precisam ser superados. À medida que as cidades coletam uma quantidade extraordinária de dados, utilizá-los para melhorar os serviços e a tomada de decisões cria também a necessidade de se abordarem questões de cibersegurança e de proteção da privacidade dos cidadãos. Além disso, garantir que o uso de novas tecnologias e meios de transformação digital representem ganhos de qualidade de vida urbana para todos os segmentos da população, especialmente os grupos vulnerabilizados, está longe de ser tarefa simples.

A execução eficaz de soluções inteligentes em uma escala urbana é algo que requer coordenação e colaboração interdisciplinar. Aspectos de governança, regulação, planejamento e participação cidadã são determinantes para o êxito das iniciativas. A integração de sistemas e a cooperação entre diferentes departamentos governamentais e setores da sociedade são cruciais para o sucesso da transformação digital das cidades. O presente curso explora esses desafios, apontando caminhos e tendências das mudanças em direção a um futuro urbano mais inteligente, seguro e sustentável.

Investimento

Valor integral R$ 3.272,17

Valor para matrícula antecipada (10% de desconto até 25 dias antes do início do curso)R$ 2.944,95

Valor para Alumni Insper (25% de desconto)R$ 2.454,12

Formas de pagamento

  • À vista no boleto ou cartão de crédito
  • Ou parcele em até 10X sem juros no cartão de crédito

Calendário do curso

Relogio Icon

Quinta e Sexta-feira das 09h00 às 18h00

Relogio Icon

Sábado das 08h00 às 17h00

Por que fazer o curso?

Planejamento Urbano e Regulações das Cidades (2)

Compreenda o conceito de cidades inteligentes como ferramenta para garantir o desenvolvimento urbano sustentável;

Marketing de Conteúdo e Mídias Sociais (3)

Reconheça como o uso do Big Data e de tecnologias inovadoras constitui uma valiosa ferramenta no aprimoramento da estruturação de projetos urbanos;

Tributações de Fusões e Aquisições (2)

Identifique políticas públicas voltadas para a inovação urbana, a transformação digital e os principais elementos do ecossistema das cidades inteligentes;

Primeiros Passos na Liderança (1)

Relacione a perspectiva de cidades inteligentes em áreas temáticas como mobilidade urbana, segurança pública e mudanças climáticas a partir de casos reais.

O que você precisa saber

Perfil

O curso é destinado a um público amplo, com interesse geral na intersecção entre tecnologia, desenvolvimento urbano e cidades inteligentes, a saber:

Profissionais e gestores dos setores público, privado, acadêmico e ONGs envolvidos na estruturação de projetos urbanos;

Arquitetos, urbanistas, engenheiros, entre outros que buscam a sinergia entre o planejamento urbano, a tecnologia, a inovação e pessoas;

Profissionais da área de tecnologia que buscam conhecer visões sistêmicas de projetos estruturantes nas cidades;

Lideranças de movimentos sociais com propósito de atuar no campo da tecnologia, de cidades e de serviços;

Alunos e ex-alunos de cursos de pós-graduação, MBA, que buscam uma atualização nas questões relativas ao setor.

Pré-requisitos

Não há requisitos para este curso.

O que você vai aprender

Conteúdo Programático:

  • Conceitos, visão, experiências e oportunidades para Cidades Inteligentes;
  • Políticas Públicas e ecossistemas;
  • Cidades Inteligentes: Cultura de Dados nas Cidades Inteligentes;
  • Oportunidades e desafios no uso do Big Data nas Cidades Inteligentes;
  • Transporte e Mobilidade Inteligente (teoria e estudo de caso);
  • Segurança pública, urbanismo social e tecnologias (teoria e estudo de caso);
  • Mudanças climáticas: estratégias, soluções e abordagens (teoria e estudo de caso);
  • Estudos e Práticas Inspiradoras.

Projeto Aplicado:

  • Após cada uma das aulas temáticas – que tratam, separadamente, de mobilidade urbana, segurança pública e mudanças climáticas – será realizado um exercício no qual os alunos empregarão os conceitos vistos em classe em estudos de caso reais, aprimorando sua compreensão dos acertos e erros na busca de soluções para problemas concretos. Essa atividade, desenvolvida por meio da metodologia “World Cafe” consistirá em avaliar, de forma integrada, os aspectos sociais, físicos e institucionais do caso em questão, identificando desafios e possibilidades para definir futuras estratégias de intervenção.

Corpo Docente

A maioria dos nossos professores é de mestres e doutores oriundos de renomadas escolas nacionais e internacionais e/ou executivos com extensa experiência profissional e prática.

Prof. Mauricio Bouskela

Mauricio Bouskela

Coordenador do Núcleo de Cidades Inteligentes e Big Data do Laboratório Arq.Futuro de Cidades do Insper e consultor internacional especializado em transformação digital, cidades inteligentes e desenvolvimento urbano. Com uma carreira de mais de três décadas, Maurício tem um perfil profissional diversificado. Por 14 anos trabalhou para o BID na sua sede em Washington, D.C. liderando projetos multissetoriais para promover o desenvolvimento econômico e social na América Latina e no Caribe. Além disso, trabalhou por 11 anos para a Intel Corporation, como Diretor para a América Latina e 13 anos nas empresas Itec e Itautec, focando em marketing e desenvolvimento de sistemas e produtos inovadores. Durante seu trabalho no BID, liderou projetos em mais de 20 países e contribuiu para diversas publicações e iniciativas. Seu trabalho no BID foi particularmente voltado para a transformação digital, buscando estabelecer a região da América Latina e o Caribe como referência em Cidades Inteligentes e Big Data. Na Intel, Maurício foi agraciado quatro vezes com o prêmio “Intel Top Achievers” e com o “Intel Achievement Award”. No BID, ele se destacou ao ser premiado como “Most Innovative Team” e pelo “Startup Weekend” com a solução “Soft Panic Button”, desenvolvida para proteger mulheres contra a violência doméstica.

Prof. Mauricio Bouskela

Mauricio Bouskela

Coordenador do Núcleo de Cidades Inteligentes e Big Data do Laboratório Arq.Futuro de Cidades do Insper e consultor internacional especializado em transformação digital, cidades inteligentes e desenvolvimento urbano. Com uma carreira de mais de três décadas, Maurício tem um perfil profissional diversificado. Por 14 anos trabalhou para o BID na sua sede em Washington, D.C. liderando projetos multissetoriais para promover o desenvolvimento econômico e social na América Latina e no Caribe. Além disso, trabalhou por 11 anos para a Intel Corporation, como Diretor para a América Latina e 13 anos nas empresas Itec e Itautec, focando em marketing e desenvolvimento de sistemas e produtos inovadores. Durante seu trabalho no BID, liderou projetos em mais de 20 países e contribuiu para diversas publicações e iniciativas. Seu trabalho no BID foi particularmente voltado para a transformação digital, buscando estabelecer a região da América Latina e o Caribe como referência em Cidades Inteligentes e Big Data. Na Intel, Maurício foi agraciado quatro vezes com o prêmio “Intel Top Achievers” e com o “Intel Achievement Award”. No BID, ele se destacou ao ser premiado como “Most Innovative Team” e pelo “Startup Weekend” com a solução “Soft Panic Button”, desenvolvida para proteger mulheres contra a violência doméstica.

X
Prof. Carolina Guimarães

Carolina Guimarães

Urbanista e gerente de projetos. Mestre em cooperação internacional e desenvolvimento urbano pela University of Darmstadt, Alemanha e graduada em Economia e Ciências Políticas pela University of British Columbia, Vancouver, Canadá. Em sua carreira profissional já atuou em diversos setores como organizações multilaterais (ONU-Habitat, Comissão Europeia, Cities Alliances), terceiro setor, setor privado e consultorias. Nesses vários espaços trabalhou com assistência técnica e fomento ao desenvolvimento urbano sustentável, com foco nas especificidades dos mais diversos contextos e territórios, com foco na América Latina e Caribe. Atualmente, é coordenadora-adjunta do Núcleo de Mobilidade Urbana do Laboratório Arq.Futuro de Cidades do Insper, onde leciona nos cursos referentes à gestão e ao futuro do setor da mobilidade, além de atuar em projetos de cooperação técnica.

Prof. Carolina Guimarães

Carolina Guimarães

Urbanista e gerente de projetos. Mestre em cooperação internacional e desenvolvimento urbano pela University of Darmstadt, Alemanha e graduada em Economia e Ciências Políticas pela University of British Columbia, Vancouver, Canadá. Em sua carreira profissional já atuou em diversos setores como organizações multilaterais (ONU-Habitat, Comissão Europeia, Cities Alliances), terceiro setor, setor privado e consultorias. Nesses vários espaços trabalhou com assistência técnica e fomento ao desenvolvimento urbano sustentável, com foco nas especificidades dos mais diversos contextos e territórios, com foco na América Latina e Caribe. Atualmente, é coordenadora-adjunta do Núcleo de Mobilidade Urbana do Laboratório Arq.Futuro de Cidades do Insper, onde leciona nos cursos referentes à gestão e ao futuro do setor da mobilidade, além de atuar em projetos de cooperação técnica.

X
Prof. Raquel Cardamone

Raquel Cardamone

Especialista de Cidades e Co-fundadora da Bright Cities. Formada em Administração de Empresas e pós-graduada em Entidades Sociais pela FACAMP. Atua há mais de 20 anos no mundo empresarial, é fundadora da startup Bright Cities, plataforma que por meio de diagnósticos e mapas de soluções auxilia cidades de qualquer porte e nacionalidade no tema de cidades inteligentes. É também pesquisadora e professora do Curso de Extensão em Smart Cities da UNICAMP, e membro da Comissão de Estudo Especial de Cidades e Comunidades Sustentáveis – ABNT/CEE-268.

Prof. Raquel Cardamone

Raquel Cardamone

Especialista de Cidades e Co-fundadora da Bright Cities. Formada em Administração de Empresas e pós-graduada em Entidades Sociais pela FACAMP. Atua há mais de 20 anos no mundo empresarial, é fundadora da startup Bright Cities, plataforma que por meio de diagnósticos e mapas de soluções auxilia cidades de qualquer porte e nacionalidade no tema de cidades inteligentes. É também pesquisadora e professora do Curso de Extensão em Smart Cities da UNICAMP, e membro da Comissão de Estudo Especial de Cidades e Comunidades Sustentáveis – ABNT/CEE-268.

X
Prof. Luciano Paez

Luciano Paez

Ambientalista, Geógrafo graduado pela UFRJ. Mestre em Estudos Populacionais e Pesquisas Sociais pela Escola Nacional de Ciências Estatísticas ENCE / IBGE. Doutorando em Geografia na UFRJ. Professor da rede pública estadual (RJ) e privada de ensino. Foi gestor das Lagunas de Piratininga e Itaipu pela Prefeitura de Niterói; Coordenador do Subcomitê Lagunar Itaipu-Piratininga; Diretor-Secretário do Comitê da Bacia Hidrográfica da Baía de Guanabara e atual Secretário do Clima da cidade de Niterói-RJ (primeira secretaria do clima em nível municipal do Brasil!).

Prof. Luciano Paez

Luciano Paez

Ambientalista, Geógrafo graduado pela UFRJ. Mestre em Estudos Populacionais e Pesquisas Sociais pela Escola Nacional de Ciências Estatísticas ENCE / IBGE. Doutorando em Geografia na UFRJ. Professor da rede pública estadual (RJ) e privada de ensino. Foi gestor das Lagunas de Piratininga e Itaipu pela Prefeitura de Niterói; Coordenador do Subcomitê Lagunar Itaipu-Piratininga; Diretor-Secretário do Comitê da Bacia Hidrográfica da Baía de Guanabara e atual Secretário do Clima da cidade de Niterói-RJ (primeira secretaria do clima em nível municipal do Brasil!).

X
Prof. Sérgio Avelleda

Sérgio Avelleda

Advogado com MBA em gestão executiva pelo Insper. Foi secretário de Mobilidade e Transportes da cidade de São Paulo, quando a cidade aderiu ao Visão Zero, programa de redução para zero de mortes no trânsito. Foi presidente do Metrô de São Paulo e presidente da CPTM, diretor Global de Mobilidade Urbana do WRI Ross Center for Sustainable Cities em Washington e, Membro do Conselho de Administração da Partnership on Sustainable, Low Carbon Transport (SLOCAT). É Coordenador do Núcleo de Mobilidade Urbana no Laboratório de Cidades Arq.Futuro do Insper e Sócio-fundador da Urucuia. Consultor do Banco Interamericano de Desenvolvimento e Membro da Comissão de Direito Urbanístico da OAB/SP e articulista da Revista Ferroviária e de outras publicações especializadas.

Prof. Sérgio Avelleda

Sérgio Avelleda

Advogado com MBA em gestão executiva pelo Insper. Foi secretário de Mobilidade e Transportes da cidade de São Paulo, quando a cidade aderiu ao Visão Zero, programa de redução para zero de mortes no trânsito. Foi presidente do Metrô de São Paulo e presidente da CPTM, diretor Global de Mobilidade Urbana do WRI Ross Center for Sustainable Cities em Washington e, Membro do Conselho de Administração da Partnership on Sustainable, Low Carbon Transport (SLOCAT). É Coordenador do Núcleo de Mobilidade Urbana no Laboratório de Cidades Arq.Futuro do Insper e Sócio-fundador da Urucuia. Consultor do Banco Interamericano de Desenvolvimento e Membro da Comissão de Direito Urbanístico da OAB/SP e articulista da Revista Ferroviária e de outras publicações especializadas.

X
Prof. Ricardo Balestreri

Ricardo Balestreri

Graduado em Estudos Sociais (Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – PUC-RS) e em História (Universidade do Vale do Rio dos Sinos – Unisinos), tem especialização em Psicopedagogia Clínica (Centro Educacional La Salle de Ensino Superior – Unilasalle) e em Terapia Familiar (Universidade Candido Mendes – UCAM). Entre 2008 e 2010, exerceu o cargo de secretário nacional de Segurança Pública, do Ministério da Justiça; nessa função, cocriou e executou o Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci). Em 2017, assumiu como secretário de Segurança Pública de Goiás. Na sequência, foi secretário-chefe do Gabinete de Assuntos Estratégicos do mesmo estado. De 2019 até o início de 2023, atuou como secretário de Cidadania do Pará, posto em que idealizou e implementou os Territórios pela Paz (Terpaz) e as Usinas da Paz (Usipaz), programas de referência nacional em políticas públicas de inclusão social e geração de oportunidades.

Prof. Ricardo Balestreri

Ricardo Balestreri

Graduado em Estudos Sociais (Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – PUC-RS) e em História (Universidade do Vale do Rio dos Sinos – Unisinos), tem especialização em Psicopedagogia Clínica (Centro Educacional La Salle de Ensino Superior – Unilasalle) e em Terapia Familiar (Universidade Candido Mendes – UCAM). Entre 2008 e 2010, exerceu o cargo de secretário nacional de Segurança Pública, do Ministério da Justiça; nessa função, cocriou e executou o Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci). Em 2017, assumiu como secretário de Segurança Pública de Goiás. Na sequência, foi secretário-chefe do Gabinete de Assuntos Estratégicos do mesmo estado. De 2019 até o início de 2023, atuou como secretário de Cidadania do Pará, posto em que idealizou e implementou os Territórios pela Paz (Terpaz) e as Usinas da Paz (Usipaz), programas de referência nacional em políticas públicas de inclusão social e geração de oportunidades.

X
Prof. João Carabetta

João Carabetta

Chefe Executivo de dados da Cidade do Rio de Janeiro, formado em Física, com Mestrado em Modelagem Matemática pela FGV, fundou a ONG Base dos Dados para universalizar o acesso a dados públicos no Brasil. Também teve passagem pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento como consultor, foi fellow do Data Science for Social Good e pesquisador do Centro de Tecnologia e Sociedade da Fundação Getúlio Vargas.

Prof. João Carabetta

João Carabetta

Chefe Executivo de dados da Cidade do Rio de Janeiro, formado em Física, com Mestrado em Modelagem Matemática pela FGV, fundou a ONG Base dos Dados para universalizar o acesso a dados públicos no Brasil. Também teve passagem pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento como consultor, foi fellow do Data Science for Social Good e pesquisador do Centro de Tecnologia e Sociedade da Fundação Getúlio Vargas.

X
Prof. Myriam Tschiptschin

Myriam Tschiptschin

Arquiteta urbanista formada pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP), onde concluiu o seu mestrado em Planejamento Urbano e Regional. É também especialista em Novas Tecnologias aplicadas à Arquitetura e a Cidades pela Universidad de Alcalá Madri, Espanha. Além de pesquisadora na área de sustentabilidade, atua com consultoria ESG para projetos de desenvolvimento urbano e políticas públicas comprometidas com a sustentabilidade. Atualmente é head de Smart Cities e Infraestrutura Sustentável do Centro de Tecnologia de Edificações (CTE), coordenadora da Comissão ESG da Associação para o Desenvolvimento Imobiliário e Turístico do Brasil (Adit) e professora de pós-graduação em disciplinas de urbanismo sustentável.

Prof. Myriam Tschiptschin

Myriam Tschiptschin

Arquiteta urbanista formada pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP), onde concluiu o seu mestrado em Planejamento Urbano e Regional. É também especialista em Novas Tecnologias aplicadas à Arquitetura e a Cidades pela Universidad de Alcalá Madri, Espanha. Além de pesquisadora na área de sustentabilidade, atua com consultoria ESG para projetos de desenvolvimento urbano e políticas públicas comprometidas com a sustentabilidade. Atualmente é head de Smart Cities e Infraestrutura Sustentável do Centro de Tecnologia de Edificações (CTE), coordenadora da Comissão ESG da Associação para o Desenvolvimento Imobiliário e Turístico do Brasil (Adit) e professora de pós-graduação em disciplinas de urbanismo sustentável.

X
Prof. Donizete Beck

Donizete Beck

Pesquisador de pós-doutorado no Laboratório Arq.Futuro de Cidades do Insper e membro da Mixed Methods International Research Association. Graduado em Administração de Negócios e em Gestão Pública, possui doutorado em Administração, mestrado em Cidades Inteligentes e Sustentáveis e especialização em Ciência Política. Durante seu doutoramento, foi pesquisador visitante na University of Haifa, Israel. Possui certificação profissional em “Smart Cities for Sustainable Development” pelo Banco Mundial, “Cidades Sustentáveis” pela SDG Academy e “Liderando o Desenvolvimento Sustentável das Cidades” pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento. Sua pesquisa é focada em governança urbana, stakeholder theory, cidades inteligentes e desenvolvimento sustentável. Autor de artigos científicos publicados em periódicos internacionais de alta reputação, como Sustainable Cities and Society, Journal of Cleaner Production, Ecological Economics e Cities, tem experiência como editor associado e revisor de periódicos científicos.

Prof. Donizete Beck

Donizete Beck

Pesquisador de pós-doutorado no Laboratório Arq.Futuro de Cidades do Insper e membro da Mixed Methods International Research Association. Graduado em Administração de Negócios e em Gestão Pública, possui doutorado em Administração, mestrado em Cidades Inteligentes e Sustentáveis e especialização em Ciência Política. Durante seu doutoramento, foi pesquisador visitante na University of Haifa, Israel. Possui certificação profissional em “Smart Cities for Sustainable Development” pelo Banco Mundial, “Cidades Sustentáveis” pela SDG Academy e “Liderando o Desenvolvimento Sustentável das Cidades” pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento. Sua pesquisa é focada em governança urbana, stakeholder theory, cidades inteligentes e desenvolvimento sustentável. Autor de artigos científicos publicados em periódicos internacionais de alta reputação, como Sustainable Cities and Society, Journal of Cleaner Production, Ecological Economics e Cities, tem experiência como editor associado e revisor de periódicos científicos.

X
Prof. Jones Henrique

Jones Henrique Martins

Jones Henrique Martins, Secretário Adjunto de Finanças na Prefeitura de Jundiaí – SP, é profissional Graduado em TI e Analista de Sistemas. Pós-graduado em Master Business Information in Technology pela Unianchieta, Administração de Empresas pela FGV e Finanças Públicas pela PUC-MG. Com uma trajetória em diversas empresas brasileiras, como Analista de Sistemas, foi convidado para atuar no serviço público, em 2017, na Gestão do Prefeito Luiz Fernando Machado. Contribuiu ativamente na implantação da secretaria de Governo e liderou a criação do primeiro PMO da cidade, aprimorando a eficiência das entregas e do monitoramento das políticas públicas através de indicadores. Especializado em Cidades Inteligentes e Transformação Digital, engaja-se em debates sobre o futuro das cidades.

Prof. Jones Henrique

Jones Henrique Martins

Jones Henrique Martins, Secretário Adjunto de Finanças na Prefeitura de Jundiaí – SP, é profissional Graduado em TI e Analista de Sistemas. Pós-graduado em Master Business Information in Technology pela Unianchieta, Administração de Empresas pela FGV e Finanças Públicas pela PUC-MG. Com uma trajetória em diversas empresas brasileiras, como Analista de Sistemas, foi convidado para atuar no serviço público, em 2017, na Gestão do Prefeito Luiz Fernando Machado. Contribuiu ativamente na implantação da secretaria de Governo e liderou a criação do primeiro PMO da cidade, aprimorando a eficiência das entregas e do monitoramento das políticas públicas através de indicadores. Especializado em Cidades Inteligentes e Transformação Digital, engaja-se em debates sobre o futuro das cidades.

X
Prof. Manuella Maia Ribeiro

Manuella Maia Ribeiro

É analista de informação do Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br), onde é responsável pela coordenação da pesquisa TIC Governo Eletrônico. Desde 2007, ela pesquisa como os governos podem melhorar seu relacionamento com os cidadãos por meio de tecnologias. Neste contexto, ela estudou a transformação digital da produção e prestação de serviços do setor público em níveis local, regional e nacional em um contexto latino-americano e brasileiro. Outras áreas de pesquisa incluem dados governamentais abertos, transparência e participação eletrônica. Manuella possui doutorado e mestrado em Administração Pública e Governo pela Fundação Getúlio Vargas e bacharelado em Gestão de Políticas Públicas pela Universidade de São Paulo.

Prof. Manuella Maia Ribeiro

Manuella Maia Ribeiro

É analista de informação do Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br), onde é responsável pela coordenação da pesquisa TIC Governo Eletrônico. Desde 2007, ela pesquisa como os governos podem melhorar seu relacionamento com os cidadãos por meio de tecnologias. Neste contexto, ela estudou a transformação digital da produção e prestação de serviços do setor público em níveis local, regional e nacional em um contexto latino-americano e brasileiro. Outras áreas de pesquisa incluem dados governamentais abertos, transparência e participação eletrônica. Manuella possui doutorado e mestrado em Administração Pública e Governo pela Fundação Getúlio Vargas e bacharelado em Gestão de Políticas Públicas pela Universidade de São Paulo.

X
Prof. Leonardo Melo

Leonardo Melo Lins

Leonardo Melo Lins É analista de informação do Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br), onde é responsável pela coordenação das pesquisas TIC Empresas e TIC Provedores. Atua na medição e promoção da economia digital, com foco em entender como que organizações se capacitam para o aprendizado e inovação. Realiza pesquisas de pós-doutorado no Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo, atua como pesquisador do Think Tank da Associação Brasileira de Empresas de Software. É membro do podcast “Talking About Organizations”. Possui Doutorado e Mestado em Sociologia pela Universidade de São Paulo e graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Minas Gerais.

Prof. Leonardo Melo

Leonardo Melo Lins

Leonardo Melo Lins É analista de informação do Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br), onde é responsável pela coordenação das pesquisas TIC Empresas e TIC Provedores. Atua na medição e promoção da economia digital, com foco em entender como que organizações se capacitam para o aprendizado e inovação. Realiza pesquisas de pós-doutorado no Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo, atua como pesquisador do Think Tank da Associação Brasileira de Empresas de Software. É membro do podcast “Talking About Organizations”. Possui Doutorado e Mestado em Sociologia pela Universidade de São Paulo e graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Minas Gerais.

X

Proposta do curso

Em classe, o aluno vai adquirir uma compreensão estratégica das soluções que estão por trás de projetos bem-sucedidos de cidades inteligentes. Para tanto, o curso apresenta os conceitos, os contextos, as políticas e as conquistas tecnológicas que norteiam a elaboração de programas de cidades inteligentes – e mostra como as soluções baseadas em dados podem responder a algumas das questões urbanas mais urgentes, propiciando o surgimento de ambientes eficientes e acessíveis para todos os cidadãos.

No decorrer de seus três dias, o curso, de caráter intensivo, explora a interseção entre tecnologia, transformação digital e dados no contexto dos maiores desafios urbanos a partir de eixos temáticos como mobilidade urbana, segurança pública e mudanças climáticas. Ao final, os participantes serão capazes de identificar políticas públicas, soluções tecnológicas e boas práticas que, quando consideradas com outras variáveis podem minimizar as externalidades negativas e maximizar sinergias de maneira preditiva e no planejamento de futuro mais equitativos e sustentáveis.

O ambiente de aprendizado proposto explora dois componentes fundamentais das cidades inteligentes: 1) Os elementos que constituem o ecossistema smart para cidades inteligentes no Brasil, como aspectos legais, técnicos, de inovação e de governança; e 2) As especificidades setoriais baseadas em soluções e estudos de caso reais nos campos da mobilidade urbana, segurança pública e mudanças climáticas. Esses elementos serão trabalhados para auxiliar gestores e profissionais que atuam nos municípios a reconhecerem a importância da adoção de tecnologias e da tomada de decisão baseada em dados para a solução dos desafios urbanos deste século e para melhoria na prestação de serviços públicos.

Bolsa de Estudos

prog bolsas - Cidades Inteligentes: Tecnologia, Transformação Digital e Inovação Urbana

O Insper incentiva a pluralidade em suas turmas do portfólio de Cidades, e para viabilizá-la oferece um programa de bolsas parciais que são concedidas de acordo com critérios como necessidade, aderência ao perfil-alvo e possibilidade de aplicação e impacto. Caso tenha interesse, por favor preencha a solicitação de bolsas. Você a encontrará no formulário de inscrição. Como as bolsas são limitadas lembre-se que a concessão para um candidato poderá implicar em uma redução de concessão a um outro. A parcimônia permitirá que mais candidatos possam usufruir dessa possibilidade.

Clique no botão “Inscreva-se” e preencha o formulário de inscrição para participar do processo seletivo do curso.


Data limite para pedidos de bolsa: 05/04/2024

Processo Seletivo

Conheça as etapas para ingressar no curso:

01.

Preencha o formulário de inscrição

02.

Análise do seu perfil

03.

Aprovação

04.

Matrícula Digital

Programas específicos da área de Cidades, passam pela etapa da análise anterior a aprovação.